Home » Arquivos da categoria » Comportamento » Pessoalidade

Rio, há oito décadas e hoje

"Águas-fortes cariocas", de Roberto Arlt

Hoje é dia de falar do grande Roberto Arlt e suas crônicas escritas em 1930 na capital brasileira da época

E a morte, Vinicius?

Eu queria perguntar ao poeta: Por que fingimos que a morte não vale nada se, pelo contrário, vale tudo?

Universos paralelos

Estava pelas ruas de Ottawa, capital do Canadá, que tem uma arquitetura primorosa e um clima delicioso para os que convivem bem com algo bastante abaixo de zero no inverno. Atravessei a rua meio aéreo, processando as novas informações. É que quando levo os olhos para passear por aí sempre fico meio catatônico, e um […]

O marinheiro encaixotado

Para apreciar a cultura nossa, o caminho é longo

A arte de ser não sendo

O que prepondera hoje são discursos particulares e narrativos, sobre os quais não cabem indagações

O esculápio apresenta suas armas

“Qual o meu caso? É não me encontrar. Não percebo, nem sinto as coisas como as outras pessoas.”

Eu tenho uma gata e não sei como usá-la

Gato

Sei que ela é egoísta, irascível, violenta, teimosa e imediatista. Mas ninguém é perfeito

A arte salva, a fama condena

- Ace Frehley -

Em certos casos a ausência de fama pode ser ainda pior que a fama

Atraída pela capa, fisgada pela história

A libélula e seus oito anos

Um livro peculiar, assim como peculiares são seus personagens. Todos eles

Que corpo é esse?

Que corpo é esse? (AFP/Dani Pozo)

Uma mulher, numa multidão de indignados, usou seu próprio corpo como meio de manifestação política

Página 1 de 13123Próxima ›última »
----- Consulte os arquivos do Amálgama ||| Publique ||| Contato ||| Para reproduzir nossos textos -----