• http://anacronismodeliberado.blogspot.com/ Silvio Pedrosa

    Apenas um subsídio para o entendimento de “Ela [Yoani Sanchez] já foi presa e espancada”:

    http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/3806/conteudo+opera.shtml

    Para encerrar: classificar de presos políticos aqueles que foram encarcerados em Guantánamo é absurdo. Aqueles que lá se encontram estão, de fato – pois não há que se falar mesmo em direito -, reduzidos à vida como mera existência biológica.

    • http://vilarnovo.wordpress.com Pablo Vilarnovo

      Achei ótimo. Essa pergunta é referência do texto: “Há uma diferença entre um controle de identidade que dura 25 minutos e violências policiais.. (…)”

      A princípio, para o entrevistador uma pessoa ser sequestrada por três homens, sem identificação, posta dentro de um carro, e não vou entrar nem no mérito do espancamento ou não, é um simples “controle de identidade”.

      Outra pergunta também só pode ser comédia: “Para que resistir às forças da ordem uniformizadas e correr o risco de ser acusada disso e cometer um delito? Na França, se resistimos à polícia, corremos o risco de sofrer sanções”

      Na França e em qualquer país civilizado, policiais uniformizados ou não precisam de um MOTIVO para apreender qualquer pessoa.

      Artigo IX da Declaração Universal dos Direitos Humanos: Ninguém será arbitrariamente preso, detido ou exilado.

      Só pode ser piada…

      Isso das pessoas que dizem possuir o monopólio da bondade, do “social”, do bem etc, etc, etc.

  • Paulo Roberto Stockler

    A “sanha” anti-cubana, ou anti-revolucionária cubana do blog (já é o 3º post repercutindo a mídia corporativa sobre a Ilha!), me decepciona profundamente. Vocês não teem, ao menos, curiosidade neuronal mínima em relação a outras fontes? Jornalismo, ou o que se pretenda parecer com isso, deve ter contraponto, deve possibilitar o benefício da dúvida, fora disso é veredito e isso é de uma pretensão ridícula, perdoem-me…

  • http://ousarlutar.blogspot.com/ Sturt Silva

    Jornalismo pode ser até de direita e conservador, agora mentiroso é foda.

    Tá prescisando pelo menos estudar, um pouquinho.

    Alias, isso mostra mais um acerto meu quando abondonei com meio de informação e formação a grande mídia, entra elas, essa.

    Haja análises parciais e manipuladas!

  • http://vilarnovo.wordpress.com Pablo Vilarnovo

    Acho engraçado que os que reclamaram do artigo, que nem é tanto, digamos, forte contra Cuba, a não ser de chamar uma ditadura pelo que ela realmente é: uma ditadura, em momento nenhum fazem um contraponto ou dizem onde o autor errou.

    • http://som-imaginario.blogspot.com Luis Henrique

      O Amálgama já publicou três textos sobre Cuba. O primeiro foi um ataque de pelancas rábido, o segundo, do editor do blog, é um pouco melhor, porém contém contradições graves, e este é o mais elaborado. Já cheguei a debatê-lo educadamente com o próprio autor em seu blog. Problemas com ele? Bem…

      1. Venezuela do pacto do punto fijo como ‘democracia plena’ é uma piada.

      2. O autor faz um belo exercício de futurologia.

      3. Boa parte da ‘oposição democrática’ – incluindo as Damas de Blanco – recebem ‘bolsa’ de Washington, via USAID e SINA em Havana. Isso não é dissidência, é traição.

      • http://vilarnovo.wordpress.com Pablo Vilarnovo

        Entendi… receber dinheiro dos EUA, uma democracia plena, é considerado traição para uma ditadura plena.

        Faz sentido.

Back to top
mobile desktop